Antigamente a eletrônica era assim…

A eletrônica mudou muito nos últimos 70 anos. Há 70 anos atrás a válvula ainda era a dona do pedaço. Sim, o transistor já existia, porém ele ainda perdia terreno para os “tubos de vidro”. Nesse período existiam também os grandes transformadores elevadores de tensão. Afinal, para as válvulas funcionarem era preciso aumentar a tensão alternada da rede elétrica para valores na casa dos 300 a 450 Volts. Tudo dependia da polarização necessária de cada circuito valvulado.
Os amplificadores precisavam também dos transformadores de saída. Afinal a saída da válvula possui uma alta impedância que não casava com a impedância dos alto-falantes que é bem mais baixa.
Uma grande empresa presente em solo nacional produzia transformadores para equipamentos valvulados, a Willkason. Mas não pense que os valvulados morreram. Na verdade eles estão mais vivos do que nunca. Falando especificamente de amplificadores de instrumentos musicais, encontramos uma série de grandes empresas que ainda utilizam válvulas. Na verdade se você quiser montar um amplificador valvulado em casa é possível. Eu mesmo já montei vários. Os componentes você encontra para comprar em sites especializados na internet. Não adianta procurar em lojas físicas, pois será muito difícil você encontrar componentes daquela época.

Os transformadores de saída, por exemplo, não são mais encontrados tão facilmente. Mas várias pessoas passaram a enrolar os mesmos e comercializar na internet. Através das revistas de eletrônica da época, conseguimos ter uma noção mais precisa desse período. Nas revistas encontramos não só artigos, mas o circuitos que representavam bem as suas épocas. Eu tenho literalmente centenas de revistas de eletrônica. Cada uma delas ainda guardo com muito carinho. E não só isso, elas me servem de material de consulta. E você?

Possui muito material impresso antigo? Deixa seu comentário logo abaixo.
Ah, para falar mais um pouquinho sobre esse tempo também gravei um vídeo. Ficou show. Assiste aí.

 

Meu nome é Alex Baroni. Sou músico e professor do curso de eletrônica para áudio – Curso Baroni.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *