Você não vai acreditar nessa experiência com a gaiola Faraday

Uma boa blindagem é essencial para que circuitos de áudio funcionem adequadamente. Caso contrário, poderia haver a captação de ruídos externos indesejados. Durante as minhas aulas eu sempre mostro aos alunos o princípio de funcionamento da gaiola de Faraday. Eu utilizo uma gaiola de metal onde coloco um rádio de pilhas em funcionamento dentro dela. Quando ele está completamente dentro da gaiola ele para de captar as estações de rádio.

Experiência gaiola de Faraday
Experiência gaiola de Faraday

Através dessa experiência também vemos que não há necessidade da gaiola ser hermeticamente fechada. Na verdade essa questão tem a ver diretamente com o tamanho da onda que estamos querendo proteger o circuito. Nos circuitos de áudio, a maior parte das vezes estamos desejando protegê-los do chamado 60Hz, que no final das contas é uma onda e está presente em torno de nós todos enquanto estivermos em locais onde a rede elétrica da tomada esteja presente.
Na experiência, quando retiramos o rádio de dentro da gaiola ele volta logo a conseguir captar as estações. Vale muito assistir o vídeo onde também detalho mais o que está ocorrendo.

 

Meu nome é Alex Baroni. Sou músico e professor do curso de eletrônica para áudio – Curso Baroni.

2 comentários em “Você não vai acreditar nessa experiência com a gaiola Faraday”

  1. Olá. Tenho uma dúvida. Estou sofrendo com um microfone no meu computador por falta de aterramento. Todos os microfones que eu uso captam um ruído/zumbido. Gostaria de fazer essa experiência. Se eu colocar o microfone dentro de uma gaiola, o zumbido tem que parar? Aguardo resposta.

    1. Oi Leandro,
      Tudo bem? Me diz qual é o cabo desse microfone. Se for o tipo de microfone que estou imaginando o seu problema está associado ao cabo que não deve ser blindado. Ou seja, a gaiola de Faraday é uma blindagem que pode ser aplicada a um gabinete de um amplificador, mas o mesmo conceito se aplica a um cabo, por exemplo. Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *