Está comprovado que o injetor ajuda demais na bancada

Você sabe o que é um injetor de sinais? E como utilizar o injetor de sinais? E montar um injetor de sinais? Uma ferramenta poderosa estudada em qualquer curso de eletrônica. Pois bem, para responder essas e outros várias perguntas eu decidi filmar uma série de 3 vídeos onde explico detalhes dessa ferramenta fantasticamente simples e útil na bancada de eletrônica.
A proposta é falar do funcionamento, dando dicas de uso e falando como podemos realizar a sua montagem. O meu está instalado em minha oficina ao lado da bancada. Ele funciona com uma tensão de 12 Volts com o uso do famoso circuito integrado 555. É claro que existe na web uma série de outros circuitos até transistorizados e com tensões menores. Já vi até circuitos que funcionam com 1 pilha pequena – 1,5 Volts. Normalmente esses são montados dentro de pequenos tubos, tipo uma caneta. Na ponta é instalada uma haste metálica e na parte superior sai um fio com uma garra de jacaré na extremidade.

Injetor de sinais caseiro que montei para minha bancada
Injetor de sinais caseiro que montei para minha bancada

O injetor de sinais produz um som tipo um apito, onde a ideia é injetar esse sinal em pontos específicos do circuito de um equipamento de áudio. A intenção é identificar a etapa que está com defeito e dessa forma restringir a quantidade de possíveis componentes com falhas.
Eu utilizei duas pontas de prova, dessas que são usadas em multímetros, na saída do injetor. Nos vídeos você pode encontrar todos os detalhes para fazer a sua montagem e instalar na sua bancada.

 

 

 

 

Meu nome é Alex Baroni. Sou músico e professor do curso de eletrônica para áudio – Curso Baroni.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *